Manel Cruz atua no Ferroviário | Lisboa Cool
Entrar | Registar

Blog

Manel Cruz atua no Ferroviário

Foram várias as paragens que se foi obrigando a fazer para assentar os pés e calcar a terra. Algumas delas nos Ornatos Violeta, outras em Pluto, no lugar errático dos SuperNada e, finalmente, no projeto enigmático que foi Foge Foge Bandido, mostrando recortes, vozes e memórias da viagem – desta vez a solo – que havia feito nos últimos 10 anos.

Recarregar energias foi na Estação de Serviço, que apresentou em 2015, com melodias que já sabíamos de cor e novas lengalengas e frases soltas que ficámos com vontade de memorizar. Em 2017, Manel Cruz voltou aos concertos, testou as águas para voltar a mergulhar nos discos e nas canções, com uma formação que o inclui no ukulele, no banjo e nos teclados e a outros cúmplices já conhecidos como Nico Tricot (voz, flauta transversal, teclados, guitarra), Edú Silva (voz, baixo, teclados) e António Serginho (percussão, teclados).

Em abril deste ano, Manel Cruz editou o primeiro álbum sob esse nome, justamente batizado de Vida Nova. A precedê-lo, os singles Beija-Flor e Ainda Não Acabei sinalizaram ventos de mudança e conciliação. O concerto de apresentação no Capitólio teve honras de lotação esgotada.

O regresso a Lisboa, a solo, faz-se à luz do dia, integrado no ciclo de grandes concertos do Ferroviário, sempre ao pôr-do-sol, uma vez por mês. O ciclo de concertos do terraço do Ferroviário, que inaugurou com Rita Redshoes, no passado mês de junho, vai contar ainda com atuações de Ana Bacalhau, Elisa Rodrigues, entre outros. Para já, é mesmo Manel Cruz que, no próximo dia 24 de Julho, quarta-feira, animará o final de tarde no terraço. O bilhete custa 18€ e pode ser comprado na Ticketline.

*Fotografia: Jornal i

#LISBOACOOL

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool