Bicicletas em Lisboa – Um modo de vida | Lisboa Cool
Entrar | Registar

Blog

Bicicletas em Lisboa – Um modo de vida

A bicicleta é um dos métodos de transporte mais antigos que conhecemos. Nascida no século XIX, já ajudou numerosas pessoas a deslocarem-se ao longo dos anos.

Porém, com o aparecimento do carro, este velho veículo de transporte começou a perder um pouco a sua popularidade. Deixou de ser um meio de transporte e passou a ser, cada vez mais, um meio de lazer. As pessoas queriam o mais moderno, o mais rápido e o mais conveniente.

Contudo, em pleno século XXI, as cidades estão sobrelotadas de carros, as pessoas começam a ter uma perceção diferente do que é mais moderno, mais rápido e mais conveniente. Cada vez mais, as pessoas apercebem-se de que o automóvel é um dos grandes responsáveis pela poluição dos nossos centros urbanos.

Devido ao trânsito diário que se sente em Lisboa, foram criadas alternativas que podem, em grande parte dos casos, reduzir o tempo de deslocação dentro dos centros urbanos. Por outras palavras: a bicicleta voltou, e melhor que nunca!

 

 

A Bicicleta do século XXI

A bicicleta manteve-se igual - duas rodas e dois pedais que necessitam de alguma força para andar – mas o conceito que envolve a bicicleta mudou significativamente. As bicicletas tornaram-se mais eficientes, foram inventadas as e-bikes (com motores elétricos e baterias que aguentam vários quilómetros). Os componentes da bicicleta foram também otimizados para que esta não necessite de tanta manutenção. Mais importante do que tudo, criaram-se bicicletas lindas que podem ser consideradas não só um novo meio de transporte, mas também um novo acessório de moda.

 

 

As bicicletas ganharam uma nova vida, com novas cores e novos designs que alegram qualquer cidade. Em Lisboa, cada vez mais notamos um aumento do número de pessoas que usa a bicicleta diariamente. Muitas vezes, estes são bike commuters que utilizam a sua roupa do dia-a-dia, em vez de roupa desportiva, e se deslocam em bicicletas mais citadinas.

É possível notar que estas bicicletas transmitem um look mais vintage e uma vibe old school, mas moderna. Os acessórios tornaram-se mais confortáveis, mais variados e mais bonitos, adaptados a quem os utiliza dentro da cidade. Já existem capacetes cool, lisos, com cores elegantes e que podem ser usados como acessório de moda.

 

 

A Urban Bike holandesa foi desenhada para fornecer a melhor comodidade para quem se desloca pela cidade, ideal para pedalar por Lisboa. O tamanho do quadro e a posição do guiador permitem que o condutor se sente direito, na melhor posição possível, quase como numa cadeira, de forma elegante e sem quaisquer dores de costas. As mudanças internas e o protetor da corrente impedem que a bicicleta se suje e que os atacadores dos nossos sapatos ou ténis se enrolem ou fiquem sujos com óleo da corrente. São estes pormenores que fazem com que a bicicleta se torne muito mais bonita e muito mais simples.

E o que é ainda mais cool? As várias possibilidades de personalização! Podemos escolher todo o tipo de componentes para criar uma bicicleta exclusivamente nossa e única. Selins em pele para dar um ar mais rústico e vintage à nossa amiga de duas rodas, alforges à prova de água e com um design muito elegante onde podemos levar os nossos livros, laptops e gadgets para o trabalho ou faculdade sem nos preocuparmos com a chuva… o céu é o limite. As bicicletas estão-se a tornar um reflexo da personalidade e do estilo de quem pedala. Capacetes, punhos, selins, malas, alforges, campainhas e até pneus refletem os gostos de quem os utiliza.

 

2019 – o ano da bicicleta?

Ano novo, vida nova. É possível que a bicicleta comece a ser ainda mais usada e mais reconhecida como meio de transporte urbano, e não simplesmente como um objeto de lazer.

Com a construção das várias ciclovias em Lisboa, cada vez mais os Lisboetas começam a optar pela bicicleta como o seu transporte diário. Para além de ser um meio de transporte grátis e não poluente, a bicicleta ocupa pouco espaço e é fácil de estacionar. As reparações são baratas e os benefícios para a saúde são enormes. Reduz o stress e o colesterol, aumenta a produção de serotonina, da dopamina e da capacidade imunitária e melhora a frequência cardíaca e a capacidade respiratória de quem a utiliza. Todos estes fatores ajudam a viver mais e melhor. São só vantagens!

 

 

Quando escolhemos estes objetos de duas rodas, estamos a ajudar a criação de cidades mais limpas e verdes, e sentimos os nossos corpos mais livres e saudáveis. Pedalar permite viver muito mais a cidade, o ritmo, os cheiros, as cores, as luzes e as pessoas que fazem parte do nosso quotidiano.

É um método de transporte que dá mais liberdade do que um carro ou até que uma mota, e que nos permite interagir com a nossa cidade e com as pessoas que lá vivem. Em Lisboa, houve a primeira grande invasão de bicicletas com a implementação das bicicletas partilhadas. E à medida que o tempo vai passando, mais e mais bicicletas vão aparecendo diariamente nas várias zonas da cidade.

As bicicletas estão a ser transformadas em peças de arte que podemos usar no nosso dia-a-dia e que se tornam verdadeiras companheiras de viagem e de passeio.

Se procuram inspiração recomendo explorarem o trabalho de Franz-Michael S.Mellbin e de Sam Polcer. São dois excelentes fotógrafos que captam muito bem este novo bike commuter lifestyle.

Lisboa ainda está a aderir à tendência, mas cada vez mais pessoas estão a converter-se às duas rodas e aos pedais. Será que Lisboa se vai transformar numa nova Amesterdão, com mais sol e melhor comida?

 

Sobre o Nuno Prata

Nuno Prata é um apaixonado por bicicletas, especialmente as de cidade por serem mais confortáveis e mais elegantes. Tirou o curso de Engenharia Electrotécnica e de Computadores, mas decidiu não seguir uma carreira na área para abrir uma loja de bicicletas urbanas em Lisboa, a The Fietsen Shop. Desde Outubro de 2018 está aberta no Parque das Nações, no Passeio do Adamastor, 6D.

 

 

#LISBOACOOL

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool

#lisboacool