Entrar | Registar

visitar > museus e galerias

Panteão Nacional

símbolo da identidade portuguesa

Símbolo da identidade portuguesa, o Panteão Nacional é um monumento emblemático que acolhe e homenageia os grandes homens e as grandes mulheres a quem o país deve o seu reconhecimento. Uma memória que perpetua e que simboliza a mais elevada honra póstuma concedida em Portugal. Vamos conhecer?

A história do Panteão Nacional apresenta factos curiosos sobre o seu percurso atribulado de construção, que é o resultado das diversas eventualidades históricas sentidas pelo país durante um período de quase 300 anos.

Este processo longo deu origem à expressão popular “Obras de Santa Engrácia” referindo-se a tudo aquilo que é muito demorado ou de improvável conclusão.

A arquitetura do Panteão Nacional é um exemplar único do barroco em Portugal. Ao construí-lo, o arquiteto João Antunes inspirou-se nas tendências italianas, adotando, deste modo, um projeto arquitetónico inovador e que não teve continuidade em Portugal.

Não deixe de apreciar os pormenores nas paredes onduladas do Panteão Nacional, muito menos a rica decoração com mármores coloridos e embutidos em pedra. Devemos ainda chamar a atenção para a sua monumental cúpula que se ergue aproximadamente a 80 metros do solo.

Sugerimos que visite o Panteão Nacional com tempo, de forma a conseguir admirar todos os factos históricos e os pormenores arquitetónicos que nele se encontram. Destacamos ainda a Nave Central com a sua sumptuosa decoração pétrea e as salas tumulares que acolhem as personalidades distinguidas com Honras de Panteão, como a fadista portuguesa Amália Rodrigues, o general Humberto Delgado, antigos presidentes e escritores portugueses, entre outros.

Uma visita ao Panteão Nacional é indispensável, não só pelas características arquitetónicas e históricas, mas sim por todo o simbolismo que representa na história de Portugal.

Dica Cool: o terraço, encimado pela monumental cúpula do Panteão Nacional, é um dos mais belos miradouros de Lisboa. Para além de conhecer a grandiosidade e imponência que este monumento representa na história nacional, desfrute de uma perspetiva única da cidade, em especial do Bairro de Alfama e do Rio Tejo.

Horário

Ter – Dom: 10:00 – 18:00 | Encerrado: 01 Jan, Dom de Páscoa, 01 Mai e 25 Dez.